Simpif encerra com grande festa de premiação dos melhores trabalhos

Publicado: 2017-11-27


Os números do Simpif comprovam que o evento atingiu proporções que a organização não esperava. Foram 1.648 pessoas, entre visitantes e pessoas envolvidas na realização do evento, participando de oficinas, apresentação de trabalhos, minicursos, palestras e competições de robótica. O Simpif contou com o trabalho de 72 estudantes voluntários, que trabalharam como monitores.

Na avaliação dos 210 trabalhos aceitos estavam envolvidos 1.081 participantes, entre avaliadores, estudantes e professores. Para gerenciar tudo isso foram criados quatro sistemas: submissão de trabalhos; ingressos; cronograma para telões; e cronogramas para celular. Esse esforço rendeu 2.600 visitas nas páginas dos minicursos.

“Não tenho palavras para descrever a felicidade em realizar o evento. Apesar do trabalho exaustivo, a gente conseguiu mobilizar toda a comunidade em torno de um evento de pesquisa, seja na organização, execução e participação”. Assim a pró-reitora de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação Francilda Araújo definiu sua satisfação com a realização do Simpif.

Francilda também acredita que muitos frutos serão gerados a partir do simpósio. “Nós vimos alunos de campi novos e que estão em implantação já apresentando seus trabalhos", observou a pró-reitora. Segundo a gestora, outra meta alcançada foi conscientizar a comunidade de que pesquisar é algo importante e que todos podem ter acesso à pesquisa.

Alguns pró-reitores de Pesquisa ficaram impressionados com o Simpósio e a procuraram a professora Francilda para saber como foi o planejamento e execução do evento. O que chamou a atenção deles foi a diversidade e nível das atividades, principalmente a tecnologia de apresentação de trabalhos em formato de banner digital.

O reitor do IFPB, Nicácio Lopes, agradeceu a PRPIPG pela realização do Simpif. "Tenho muito orgulho dessa equipe. Também tenho orgulho de todos os estudantes que apresentaram, produtos, tecnologias e trabalhos. Eles foram as grandes estrelas e protagonistas desse evento", afirmou.

Na cerimônia de encerramento houve a premiação dos três melhores trabalhos por categoria. O primeiro lugar da Mostra Tecnológica foi Eder Pires, recém-formado no curso de Sistemas para Internet do campus João Pessoa, que criou o aplicativo SOS Cidadão, que possibilita o relato de ocorrências para a Polícia Militar e Bombeiros. "Fiquei muito feliz e contente, não esperava esse prêmio. Quero agradecer a minha orientadora, professora Damires Yluska, e a todos que me apoiaram. Nossa intenção foi tentar ajudar a população", disse. O aplicativo já está disponível nas plataformas Android e IOS e qualquer cidadão pode usar gratuitamente.

Em cada área foram premiados os três melhores trabalhos. Os vencedores refletiram bem a diversidade de conhecimentos produzidos no IFPB e os prêmios foram distribuídos para diversos campi, de forma que todos foram representados.

Os certificados de participação estarão disponíveis a partir do dia 01 de dezembro no site do Simpósio.

Os competidores vencedores da competição de robótica também foram premiados na manhã desta quinta-feira (23). Confira a matéria.

Confira todas as matérias sobre o Simpif no portal de eventos, clique aqui para acessar.

Acesse o álbum de fotos com todos os registros da premiação no facebook oficial do IFPB.

Acompanhe o Simpif nas redes sociais: FacebookYouTubeInstagram.

*Daniela Espínola - jornalista do IFPB